27 de junho de 2018

Roupa Não Descartável!!

Noutro dia fizeram-me uma pergunta que resgatou em mim a necessidade de vos voltar a falar de reutilizarmos a roupa, termos a consciência activa na altura de comprarmos mais uma peça de roupa, já tinha falado nisso na minha declaração slow fashion e neste vídeo da Essence TV.

"Já foste aos saldos?" foi a a pergunta que me fizeram, logo seguido de um "tu estás sempre nas compras" ao que a resposta foi, eu não compro muita roupa (esta estação comprei 5 peças que inclui um fato de banho e uns sapatos). 

Só compro peças de roupa que façam sentido na minha vida, se me fizer falta, se for uma peça que me faça sentir maravilhosa, não compro só porque é uma pechincha, só porque está em saldos. Essa fase da minha vida já passou, mas houve uma fase em que comprava por impulso, por estar em saldos, porque era tendência, hoje tenho outra consciência e dá-me um enorme prazer criar conjuntos com peças que já tenho e comprar peças que vão durar muito tempo no meu guarda-roupa.

Achei que a melhor maneira de vos mostrar-vos isto é com exemplos de conjuntos recentes que fiz, peguei nestas fotografias mas podia pegar noutras...


o kimono com 4 anos já foi vestido mil e uma vezes, dá sempre um ar diferente aos meus conjuntos. esta não é uma peça que use muito, mas é uma peça que dura e dura.

a peça mais recente são as calças, mas sei que vão durar muito tempo no guarda-roupa, e a verdade é que no pouco tempo que têm já as vesti muitas vezes.

a saia, nem sei se tem mais de 7 anos, perdi-me no tempo, mas a fotografia mais antiga que tenho com ela dista de 2011. continuo a gostar desta saia da mesma maneira, continuo a sentir-me linda com ela vestida, sem dúvida uma óptima compra.



Como veem a roupa não é e não deve de ser descartável, devemos usar e abusar até mais não das nossas peças de roupa e assim mudar este paradigma louco de consumo em que vivemos.

Se precisarem de ajuda para criar conjuntos com as peças que tem em casa podem sempre falar comigo, eu vou aí a casa fazer um Closet Restyling (o serviço que mais gosto de prestar) e criamos muitos conjuntos novos só com peças que já estão em vossa casa.


Para terminar deixo-vos algumas questões que se podem fazer na altura de comprar mais uma peça de roupa, questões importantes, especialmente em época de saldos...  (antes das compras dá jeito saberem quais são as vossas necessidades e para isso é importante conhecerem o vosso guarda-roupa)

1. Preciso desta peça de roupa? - a pergunta básica, mas que raramente fazemos.

2. Esta peça integra-se no meu estilo? - para isto é necessário conhecermos o nosso estilo, só isso nos permite saber se estamos a gostar da peça porque é tendência ou porque se identifica com quem nós somos.

3. Esta peça faz sentido para  no meu estilo de vida? - quem nunca comprou algo porque se apaixonou mas depois não a consegue usar no seu dia-a-dia, quem nunca...

4. Vou comprar só porque é um achado e está em saldos? - comprar porque está barato, porque é um pechincha não é uma boa jogada, muitas vezes são estas peças que criam volume e ruído no nosso guarda-roupa.


Pense bem antes de comprar, como disse à minha sobrinha de 4 anos, nós só temos um corpo.


Sem comentários:

Enviar um comentário