3 de abril de 2013

Como escolher a base correcta | Beleza


Hoje rebuscamos um post antigo em que falávamos da base e do corrector. Deixamos o corrector de lado e focamo-nos na base, que por norma é onde existem maiores dúvidas.

Vou tentar esclarecer as três dúvidas que mais frequentemente sobre a escolha da base que me colocam nos workshops de Maquilhagem e Consultoria de Imagem.



Para que serve a base?

A base serve para uniformizar a pele, não serve para dar cor ao rosto, para essa função existem os pós bronzeadores e os blushs (estes usados com cuidado para que fique com um ar natural).

Como é que sei qual é o tom certo para mim?

Como disse na questão anterior, a base não serve para dar cor, por isso a cor que quer é a mais aproximada do tom da sua pele, melhor ainda quer que a base seja da cor do seu pescoço, para que não haja aquele belo efeito de mascara. 
O meu conselho é que leve alguém consigo quando vai comprar a sua base, experimente-a no pescoço e com a ajuda da pessoa que foi consigo tente ver se a base faz ou não uma mancha no seu pescoço, se não fizer ACERTOU é a base certa para si.

Que tipo de base devo de escolher?

Existem bases com diversas texturas, em pó, mouse, liquidas e dentro destas há um sem número de tipologias. 

A escolha do tipo de base que usa vai sempre depender o seu tipo de pele e do seu gosto pessoal. Eu prefiro as bases líquidas, são bases fáceis de aplicar e fundem-se extremamente bem com a pele. 

Se a sua pele é normal a seca, deve escolher bases hidratantes, enquanto quem tem pele oleosa deve escolher bases sem óleo, que tenham complexos de controlo da oleosidade. Peles maduras podem optar por bases reafirmantes para potenciar os efeitos dos cremes anti-idade.

Quem prefere bases em pó, deve de ter atenção porque este tipo de base só deve de ser usadas por quem tem uma tez uniforme, pois marcam todas imperfeições que temos no rosto. 



2 comentários:

  1. Execelentes dicas, já que eu tenho sempre dificuldade em acertar com a cor certa da base. No entanto, sempre tive a sensação de que ficava melhor com um tom muito ligeiramente acima do meu tom de pele, pois passo o tempo a ouvir "És tão branquinha!"... depois, uso sempre em pó, porque não gosto de ficar com efeito de brilho. Cometo muitos erros? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Filomena,

      ser braquinha não tem problema nenhum, até está bem em voga. O que me parece é que precisa é de saber como aplicar facilmente um blush e o pó bronzeador para lhe dar uma cor extra.

      Quanto ao pó depois da base e corrector está muito bem feito, para além de não ficar com brilho na tez, faz com que a base e corrector fixem.

      Espero ter ajudado.

      Eliminar