30 de maio de 2012

Arrumar a mala de viagem em 5 passos

Continuamos a pensar em férias, desta vez abordando o tema que muitas vezes nos dá dores de cabeça antes de irmos de férias, em especial se tivermos limite de peso ou de espaço para levar as nossas coisas.

A dor de cabeça dá pelo nome de Mala de Viagem.


Muitos de nós levaríamos tudo e mais alguma coisa, porque, bem vistas as coisas, pode fazer falta, mesmo que seja levar um chapéu de chuva para as Maldivas, nunca se sabe...

Eu aqui me confesso, faço parte desse grupo que leva tudo e mais alguma coisa, com o passar dos anos tenho vindo a melhorar, o número de peças que levo é menor, bem como é menor a quantidade de  coisas que levo na mala e que no fim das férias não usei. E como eu consegui fazer isto, perguntam vocês. Com muito auto-controle e racionalidade mas também, com algumas regras que adoptei.


Esta é a última mala que fiz, a que levei para a semana que fiquei no Funchal. É verdade, ainda não consigo levar uma mala pequena para uma semana e também não deixo espaço para partilhar a mala de porão com alguém, mas a coisa está muito melhor. Já não ando a comprimir a roupa para caber lá mais qualquer coisa, nem tenho de me sentar em cima da mala para a fechar, isto é uma vitória.

Nesta viagem, como em muitas outras, o maior problema em relação à roupa é a incerteza do clima que vamos encontrar, apesar da instabilidade actual do clima, se for passar até 15 dias os serviços meteorológicos fazem um previsão muito fiável de como vai estar o tempo. Esta é a primeira dica que vos deixo.

      1. Consultar a previsão meteorológica. Se ficarem por Portugal podem consultar o Instituto de Meteorologia, para quem vai para o estrangeiro aconselho o Weather.com

Depois de estarmos cientes do tempo que vamos ter durante a estadia, o próximo passo é fazer um apanhado geral das actividade prevemos fazer. Não interessa levar um vestido de gala se não temos intenções de ir a uma gala, sim pode haver 0,00001% de hipótese de sermos convidados para uma gala mas se tal acontecer, de certeza que arranjamos um vestido no local.

      2. Faça uma lista mental das principais actividades que espera fazer

Só depois destes dois passos é que passamos ao acto de escolher a roupa para levar. Aqui, opte por peças versáteis que se adaptem a várias ocasiões e permitam criar diversos conjuntos, que não se amachuquem durante a viagem e indicadas para o clima e actividades que vai encontrar no seu destino.

      3.  Escolha a roupa

Não coloque logo as peças na mala, coloque-as, por exemplo, em cima da cama e crie mentalmente os conjuntos que vai vestir nos dias que está fora. Isto vai fazer com que veja bem o que escolheu, ajudando a eliminar as peças que escolheu mas que sabe que não vai usar ou então retirar peças que podem desempenhar as mesmas funções. Se colocasse imediatamente as peças na mala não iria ter esse choque com a realidade porque escondia as peças.
Para poupar espaço e não sentir que anda sempre com a mesma roupa poste nos acessórios, para além de ocuparem menos espaço que a roupa, não se amachucam e com os acessórios certos consegue transformar um conjunto noutra coisa completamente diferente.

      4. Crie conjuntos

Reveja novamente as peças que tem, pense nos conjuntos e nos dias que vai estar fora. Depois de tudo revisto, comece a colocar as peças na mala. Peças mais pesada com sapatos no fundo, aproveite os espaços que ficam durante arrumação para colocar peças mais pequena.

      5. Coloque a roupa na mala

Vai ver que ganhou espaço para todos os souvenirs que pretende trazer e que não vai chegar a casa com uma mala cheia de roupa amachucada que nunca usou.



Boa Viagem

1 comentário:

  1. Bom post... felizmente sou pró em fazer malas, apesar de não gostar ;) sou péssima é a desfazer... sou capaz de as deixar semanas sem lhes tocar depois da viagem concluída, a não ser a roupa para lavar, fica para lá tudo :P

    ResponderEliminar