15/11/2016

O que vestir no tempo frio

Sou assumidamente uma pessoa de Verão, do tempo quente, mas não posso mentir quando começam a chegar os dias frios me dá um gozo imenso brincar com a roupa. O Outono e o Inverno permitem soltar a nossa criatividade, criar um sem número de conjuntos brincando com materiais, cores , camadas de roupa, transformando os conjuntos que vestimos em algo único.


SOBREPOSIÇÕES
o que me dá mais gosto fazer, camadas, peças sobre peças, digo sempre que criamos interesse nos conjuntos quando sobrepomos peças, damos dimensão e ao mesmo tempo ficamos protegidas do frio.




CORES CLARAS
no tempo frio temos tendência de nos refugiarmos nas cores escuras mas tente passar essa condicionante e escolha peças claras. Vai ver que os dias cinzentos ficam mais leves.




MISTURA DE MATERIAIS
a parte mais gira da roupa de Outono/Inverno são estas misturas loucas. Pode misturar acetinados com malhas, lantejoulas com algodões, napas com rendas, vale quase tudo no que a misturas de materiais diz respeito.




GOLA ALTA
estão de volta aos guarda-roupas use-as combinadas com peças justas.




MALHAS
misture as malhas grossas com peças mais delicadas para conjuntos elegantes para o dia-a-dia.




CASACOS
o tempo frio igual a casacos. Seja original, deixe de lado o casaco aborrecido e opte por peças que marcam pela originalidade vai ver que assim o Inverno é mais fácil de suportar.




BOTAS E BOTINS
use e abuse das botas e botins, especialmente quando veste saias vestidos e calções. 




CHAPÉUS 
com o frio chega a melhor altura para usar chapéus. Além de darem muito charme aos nossos conjuntos aquece a cabeça e protege da chuva enquanto disfarça os dia de mau cabelo. 



14/11/2016

Uma Questão de Estilo

Quem procura os meus serviços de consultoria de imagem quer sempre saber é qual é o seu estilo. Infelizmente, ou felizmente, explico sempre aos meus cliente que podemos ter estilos predominantes e podem haver estilos com os quais não nos identificamos, mas quase nunca temos um estilo único, a meu ver ainda bem assim é muito mais divertido.

O nosso estilo pode e deve variar consoante o nosso estado de espírito, o dia que vamos ter, de acordo com o que se passa à nossa volta e vai mudando consuante os anos vão passando, com o nosso crescimento a maneira como nos vestimos muda, nem sempre para melhor muito por culpa da nossa falta de tempo. Se nós não não nos comportamos sempre da mesma forma, vamos mudando com a idade, dependendo das pessoas quem estamos e dos momentos onde estamos é normal que o nosso estilo varie também!

Giovanna Battaglia

Por isso se não tem um estilo único e gosta de várias coisas não é motivo desesperar, é perfeitamente normal e saudável.

Uma boa dica se se sente perdida com a confusão de estilos que tem no seu guarda-roupa, vá em busca de inspiração. Crie uma conta no pinterest (este é o meu) ou tumblr e vá colecionando imagens de conjuntos que se identifica, vai ver que tudo se torna mais claro e vai ter um milhão de ideias novas para os seu conjuntos diários.

Se preferir pode usufruir de um serviço de consultoria de imagem, como uma análise de estilo, para ficar a conhecer os seus estilos predominante e que conjugações pode fazer para ligar esses diferentes estilos harmoniosamente.

Não stress com a roupa, divirta-se!

23/09/2016

Recomeço | Declaração Slow Fashion

Setembro, o mês dos recomeços, o mês de voltar às rotinas, o mês da nova coleção que mesmo com este calor apetece comprar.

O meu recomeço inicia-se com uma declaração, algo que já existia no meu trabalho mas que não estava assumido preto no branco aqui no blog. Que declaração é esta, é um STOP,

STOP às compras desenfrenadas todas as coleções, 
STOP a comprar só porque é tendência, 
STOP a deixar de usar só porque é da coleção passada.
STOP!!

Quem me segue à algum tempo sabe que não sou de tendências, já o expressei aqui mais do que uma vez, devemos de saber o que há de novo, estar actualizados, podemos ou não incluir algumas peças das novas coleções no nosso guarda-roupa se gostarmos, se fizer sentido para nós. O que eu sou  apologista é de sermos criativos com a roupa, usando a mesma peça de várias formas, em diferentes coordenados e em diferentes ocasiões, algo que mostro como fazer em todos os meus workshops e nos conjuntos do dia a dia que partilho convosco. Para mim isso sim é estilo.



É urgente parar e pensar porque estamos a comprar e o que estamos a comprar. Temos de parar e pensar no impacto que comprar só por comprar traz para o nosso planeta e para a nossa economia pessoal. Muitos recursos são usados para fabricar o que vestimos e por isso temos a obrigação de sermos conscientes, além dos euros que gastamos em peças que podemos não rentabilizar. 

Com isto não quero dizer não às compras, muitas vezes as compras são importantes (e para mim são parte do meu trabalho) mas devemos de comprar sabendo o que temos em casa, o que nos faz falta e a mais valia que aquela compra pode ter para nós. Também não estou a dizer que não às marcas fast fashion, que estão cada vez mais conscientes da sua responsabilidade ambiental. Estou a dizer que SIM a um consumo mais ponderado e consciente. Estou a dizer que a moda, o estilo é muito mais do que as últimas tendências.

Será mesmo que temos de ser escravos das tendências? Eu acho que não.

#SLOWFASHION

16/09/2016

Ainda a pensar nos dias | Rita de Férias


Dias de calma. Dias sem planos. Dias entregue aos livros. Dias com a família. Dias com o amigos.



(a sorte de ter um irmão que se arma em realizador)

Aos poucos a voltar às rotinas, aos clientes, aos novos projectos e aqui ao blog.

03/08/2016

Hoje Foi Assim | Uma parede bonita

Eu sei, já faz tempo que não passo por aqui. Desculpo-me com o tempo de férias, com o calor que adoro mas que me torna mais lenta e com o trabalho, são os culpados por não passar aqui como queria. Desculpem. Podem sempre saber novidades no facebook e no instagram.

Hoje encontrei uma parede que me fez querer tirar umas fotografias. Nada planeado, foi o local certo, ter um "fotógrafo" por perto e surgiu um hoje foi assim. A roupa é de uma mulher real, num dia casual com uma parede bonita de pano de fundo.